@article { Resende2010,
title = {Notas sobre modernidade, pedagogia e infância a partir de Michel Foucault },
author = {Resende, Haroldo de },
journal = {ETD - Educação Temática Digital },
number = {1 },
pages = {242-255 },
volume = {12 },
year = {2010 },
url = {http://nbn-resolving.de/urn:nbn:de:0168-ssoar-212315 },
abstract = {Busca-se explorar, em alguns aspectos, a relação entre a pedagogia, entendida como ciência da educação, situada no campo das ciências humanas e a infância como objeto desta ciência, no engendramento da Modernidade. Discute-se, então, a "captura" da infância pelo saber pedagógico com seu estatuto de cientificidade, na emergência das ciências do homem, entendendo que a educação moderna com seu modelo escolar calcado em técnicas disciplinares e no controle faz da própria escola um laboratório para a pedagogia. Em certo sentido, indaga-se como a criança entra em cena aberta pelas ciências humanas sob o olhar da pedagogia, de maneira que o que hoje se diz sobre a criança e sobre sua própria história acaba sendo marcadamente caracterizado por concepção de uma infância atemporal, ingênua, sem voz.Taking into account specific aspects, we pursue the relationship between Pedagogy (understood as the science of education and situated in the field of Humanities) and childhood (understood as the object of this science) in engendering of modernity. Here we discuss, then, the "capture" of childhood by the pedagogical knowledge with its scientific status, in the emergence of the sciences of human. We also understand that modern education – with its school model based on disciplinary techniques and control – makes the school a laboratory for Pedagogy. In a sense, we question how the child enters the scene opened by the humanities under the perspective of pedagogy, so what is said today about the child and the own story of child ends up being markedly characterized by the conception of a timeless childhood, naive and without voice.},
}