Export to your Reference Manger

Please Copy & Paste
Bibtex-Export
Endnote-Export

       

Contribuições teóricas para uma revisão dos princípios e práticas da representação do conhecimento

Theoretical contribution to review the principles and practices of knowledge representation
[journal article]

Bufrem, Leilah Santiago; Silva, Helena de Fátima Nunes; Breda, Sônia Maria

Citation Suggestion

Please use the following Persistent Identifier (PID) to cite this document:http://nbn-resolving.de/urn:nbn:de:0168-ssoar-103611

Further Details
Abstract Estudo sobre os aspectos lingüísticos de representação do conhecimento. Objetiva discutir os fundamentos teóricos da organização do conhecimento, em suas bases lingüísticas e culturais e elementos de representação, relacionando a teoria da interação verbal de Bakhtin com os princípios e práticas da representação do conhecimento. Fundamenta-se no pressuposto de que os princípios de representação não podem ser reduzidos às disciplinas e práticas que para elas contribuem. A partir das reflexões de Bakhtin, em Marxismo e filosofia da linguagem, são analisados quatro aspectos por ele apontados. O primeiro refere-se à interação entre interlocutores, fundamental para a comunicação e princípio fundador da linguagem. O segundo diz respeito à dependência do sentido do texto e da significação das palavras à relação entre sujeitos, sentido e significação construídos na produção e na interpretação dos textos pelos sujeitos. A precedência da intersubjetividade sobre a subjetividade é o terceiro aspecto observado, pois é na relação entre os interlocutores que se constroem os sujeitos produtores do texto. O quarto aspecto, a dupla noção de sociabilidade, é explorado pela análise da relação entre sujeitos ou interlocutores que interagem e a dos sujeitos com a sociedade. Esses aspectos compõem um processo decisivo para o diálogo ou interlocução entre vozes intermediadas pela percepção de mundo de cada um dos envolvidos, criando espaços de flexibilização intervenientes nos fundamentos teóricos sobre a organização e representação do conhecimento. Nessa direção, apontam-se caminhos e práticas, materializados em instrumentos resultantes da valorização dos elementos culturais, cognitivos, éticos e estéticos presentes no contexto de uma determinada sociedade ou comunidade.

This paper discusses the theoretical fundaments of knowledge organization, in its linguistic and cultural bases. It tries to relate Bakhtin's theory, specifically verbal interaction, with the principles of knowledge representation, founded on the hypothesis that representation cannot be reduced to any of the practices or disciplines which contribute to it in an integrated mode. From reflexions of Bakhtin about dialogism in Marxism and the Philosophy of Language, it is analyzed four aspects he pointed out about the interaction among interlocutors concerning to the procedures to the documental representation. The first aspect refers to the interaction among interlocutors, which is essential to the communication and a founding principle of language. The second aspect concerns to the dependence of text meaning and words sense to the relation between subjects, as say, this sense and this meaning are built, during the production and interpretation of the texts, by the subjects. The precedence of intersubjectivity to subjectivity is the third aspect observed, since it is in the relation among the interlocutors that the text producer subjects are constructed. Considering the fourth aspect, the double notion of sociability is explored by the analysis of the relation among subjects or interlocutors that interact, and that between subjects and society. It is recognized that this process affects the theoretical fundaments of knowledge organization and representation, since it results from a dialog or a conversation among the subjects who interact in this space in which the voices are intermediated by the world perception of each one of the people involved. In this sense, it points out some ways and practices to the comprehension and consequent representation of knowledge, as materialized in some tools that result in valorizing cultural, cognitive, ethical and esthetic elements present in the context of a determined society or community.
Classification Sociology of Knowledge; Science of Literature, Linguistics
Free Keywords Representação do conhecimento; Organização do conhecimento; Knowledge representation; Knowledge organization
Publication Year 2005
Page/Pages p. 28-38
Journal ETD - Educação Temática Digital, 7 (2005) 1
Status Published Version; reviewed
Licence Free Digital Peer Publishing Licence
top